terça-feira, 25 de maio de 2021

Sentir-se feio te torna mais propenso a apoiar movimentos de esquerda, diz pesquisa


Quem diria que existe uma relação entre seu posicionamento político e sua autoestima, hein? 

Pesquisadores de Stanford concluíram que pessoas que não se sentem muito atraentes são mais propensas a apoiar movimentos que dizem lutar contra a desigualdade social. 

A pesquisa foi simples, mas com resultados bem reveladores. A professora Margaret Neale e o doutorando Peter Belmi pediram para alunos, tanto homens como mulheres, avaliarem o quanto se consideravam atraentes e, logo em seguida, os chamaram para ver um vídeo de um protesto contra a desigualdade econômica que ocorreu em 2011 nos EUA. Resultado: os indivíduos que foram considerados com autoestima baixa se mostraram muito mais propensos a seguir movimentos de esquerda

Com a conclusão dessa pesquisa percebo que além de pobres, a esquerda quer tornar todos igualmente feios também. 

A pesquisa completa pode ser lida em inglês no site da Universidade de Stanford.

Nenhum comentário:

Postar um comentário