sexta-feira, 31 de julho de 2020

A tentativa da Natura de desconstruir a figura do pai


O povinho da "lacração" não tem limites. Depois dO Pabllo Vittar, um homem, ter sido indicado ao prêmio de mulher mais sexy do Brasil, agora temos a Natura colocando uma MULHER que sofreu operações e tomou hormônios masculinos como símbolo do dia dos PAIS.

Além do absurdo lógico que não preciso explicar aqui, isso é uma completa falta de respeito aos verdadeiros pais, uma tentativa clara de desconstruir a figura paterna: do HOMEM, do provedor, do protetor e de diminuir a importância da imagem masculina na vida do filho ou da filha. Ser contra esse absurdo propagado pela Natura não é preconceito nenhum. O real preconceito está na atitude dessa marca ao ignorar todos os homens que se sacrificam, que dormem tarde e acordam cedo, que têm mais de um emprego para sustentar suas famílias, enquanto uma mulher nascida em berço de ouro, toma uns hormônios masculinos é homenageada no dia dos pais.

A natura perdeu completamente a naturalidade quando decidiu oferecer para a sociedade uma ideologia e não um produto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário