quarta-feira, 17 de junho de 2020

Pelo fim da vitaliciedade dos Ministros do STF


Uma vez ministro do STF, sempre ministro do STF

Isso que significa vitaliciedade: a garantia concedida a eles de permanecerem em seus cargos até atingirem a idade prevista para a aposentadoria compulsória (75 anos), sendo proibido o afastamento ou demissão, à exceção de motivos estabelecidos por lei. E é por isso que temos hoje, na Corte Toda Poderosa, ministros indicados por Temer, Dilma, Lula, FHC, Collor e Sarney lutando com todas as forças para mostrar que quem manda no País são eles, não o Presidente da República, não o povo.

Já está óbvio que o sistema atual não funciona, os ministros trabalham a favor dos interesses daqueles que os indicou, mesmo que eles não estejam mais no poder. Não foi a toa que o Supremo Tribunal Federal mudou toda a jurisprudência do país só para libertar o seu amiguinho Lula da prisão. 

A vitaliciedade deve acabar! Os ministros devem ter tempo máximo de mandato (4 anos, por exemplo) e depois fazer suas malas e irem embora!  

O Supremo Tribunal Federal precisa entender que quem é Supremo é o povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário