domingo, 7 de junho de 2020

Em defesa da masculinidade


Vamos fazer um passeio ao passado?

Vivendo em tocas, os seres humanos eram constantemente atacados por feras. O que os homens faziam? Garantiam para suas mulheres e filhos os lugares mais confortáveis e protegidos e depois saíam armados com porretes para enfrentar leões e ursos. Nessa época, não havia feministas dizendo "ei, quero direitos iguais, me deixa sair para enfrentar essas feras também."

Nos tempos da agricultura e pecuária, os homens carregavam pedras e domavam cavalos, enquanto as mulheres ficavam em casa protegidas brincando de tecelagem. Lá também não havia ninguém com faixas nas mãos protestando contra a "masculinidade tóxica" dos homens.

E nos tempos de guerra? Os homens constituíram exércitos e foram lutar, enquanto as mulheres se abrigavam em castelos e curtiam poemas de guerreiros apaixonados. E adivinhe só: não via-se feministas dizendo "cadê meu direito de morrer na guerra?"

Durante toda a história, os meninos foram criados para serem guerreiros, líderes, conquistadores, protetores... masculinos! O homem de sucesso era aquele que conseguia bastante comida e era reconhecido por seus esforços por sua mulher e filhos. Hoje, não há mais motivos para os homens lutarem por uma caça, mas o instinto de guerreiro continua neles, e é por isso que desde crianças brincam de lutinha e o famoso "te pego lá fora" é tão comum. Os homens necessitam de risco em suas vidas para viver plenamente, eles são biologicamente impulsionados para buscar o perigo, diferentemente das mulheres (porque homens e mulheres não analisam os riscos de formas iguais). 

Não há problema algum em ser macho alfa, pelo contrário, é um privilégio! Desperte o homem verdadeiro que há em você: corra riscos, mostre força física, seja o cabeça, domine, saia da posição de coitadinho, tenha palavra, defenda sua família. 

Masculinidade não é o oposto de feminilidade, é o oposto de infância. Não seja um "menino adulto"A sociedade quer te castrar, defenda sua masculinidade! Deixe a feminilidade para nós, mulheres. Homem tem que ser HOMEM!

Insta: @jenifercastilho

2 comentários:

  1. Excelente texto em tempos como o que estamos vivendo, em que pessoas com um pensamento politicamente incorreto só diminuem. Hoje em dia, principalmente os jovens se sentem pressionados a defender um certo grupo, minoria e etc. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. caraca - vi teu texto la ni instituto liberal e fui atras do teu nome e parei aqui - parabens voz solitaria

    ResponderExcluir