quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Se o salário de vereador fosse um salário mínimo, não teríamos tantos candidatos que "amam" a cidade


Época de eleição é uma coisa linda! 

Aparecem vários candidatos que amam a cidade, amam os bairros humildes e as comunidades. Obras são realizadas nas ruas para a "melhoria da vida do povo", musiquinhas animadas invadem nossas avenidas e abraços em crianças são frequentes. Abre-se a temporada da caça ao pobre: beija o pobre, abraça o pobre, tira foto com pobre... Afinal de contas, o candidato tem tesão em ajudar você, eleitor, que tem o poder de colocá-lo numa cadeira na Câmara com um salário de cerca de 20 mil reais. 

Mas não se engane, esse salário não importa! Ele só está se candidatando porque quer te ver bem, porque ele é diferente de todos os outros, ele é melhor... Se puder comprar seu voto, melhor ainda: ele te paga R$ 100,00 e você fica refém dele durante 4 anos da sua vida. 

Relaxa! Passa rápido!

Saber falar e escrever a língua portuguesa corretamente também não é prioridade, ele representa o povão, ele representa você, se você é um ignorante por que não votar em alguém que você se identifica, não é mesmo? O candidato não faz ideia de qual é o dever de um vereador, mas tudo bem porque o salário... ah, isso ele sabe de cor.