domingo, 5 de novembro de 2017

Atirador da igreja do Texas era membro do grupo Antifas


O atirador que abriu fogo dentro de uma igreja no Texas nesse domingo, 05/11/2017, foi identificado como Devin Kelly, um membro da Antifa que prometeu iniciar uma guerra civil "visando igrejas conservadoras brancas" e causando anarquia nos Estados Unidos.

Quem são os Antifas?

Antifa é uma abreviação de "antifascismo". Não há muita diferença entre neonazistas e antifas. Neonazistas são violentos defensores de uma ideologia assassina que matou 25 milhões de pessoas no último século. Antifas são violentos defensores de uma ideologia assassina que, de acordo com “O Livro Negro do Comunismo”, matou entre 85 e 100 milhões de pessoas no século passado. Ambos praticam a violência e pregam o ódio. Seja como for, depois da eleição de Donald Trump, nos EUA, os antifas criaram laços com grupos anarquistas, eles consideram a violência como um método válido durante protestos. Alguns meses atrás, cerca de 100 mil pessoas assinaram um abaixo-assinado pedindo que Trump classifique o grupo como um "organização terrorista".






Devin Kelly, que matou pelo menos 27 pessoas na igreja do Texas, era membro desse grupo. De acordo com testemunhas oculares, Kelly carregou uma bandeira Antifa e gritou: "essa é uma revolução comunista" antes de iniciar os disparos.

Suas comunidades no Facebook mostram que ele era ateu e seus interesses eram "direitos civis e sociais", ela foi retirada do ar sem explicação menos de uma hora depois de Kelly ser morto por um cidadão que também estava armado e o confrontou. Foi o maior tiroteio em massa na história do Texas.



A informação é do site: Your News Wire.