domingo, 17 de setembro de 2017

Pabllo Vittar é um péssimo cantor e nenhum textão no facebook vai mudar isso


Esses dias o R7 publicou uma reportagem com o seguinte título: "Se Pabllo Vittar incomoda tanto, é sinal de que está no caminho certo." 

Não, R7, Pablo Vittar incomoda porque ele é péssimo mesmo.

Confira aqui:

Em primeiro lugar, não tem nada a ver com a opção sexual dele, já que o fato de ele ser homossexual e drag queen não afeta em nada na vida de ninguém, e também não afetaria em nada no talento dele... se ele tivesse algum.

Quer falar de gays com talento de verdade? Tome como exemplo Elton John, Jim Parsons, Marco Nanini, Clodovil. Tantos exemplos de gays absurdamente talentosos para representar a comunidade LGBT, por que escolheram justamente um homem sem talento nenhum como Pabllo Vittar? A resposta é simples, querem que a sociedade ame o Pablo pelo simples fato de ele ser gay. Pura imposição. Não importa se você admira Elton John e ouve a música dele o dia todo (eu faço isso), se você não ama o Pabllo Vittar, será considerado preconceituoso.





Afinal de contas, apesar de a comunidade LGBT pregar a diversidade, ela não aceita ninguém que pensa diferente, nem mesmo gays que pensam diferente deles. 

Exemplos:

- Clodovil Hernandes, estilista, apresentador de tv e gay quando falou a favor da família tradicional na parada gay, foi vaiado. Veja!
- Milo Yannopoulos, jornalista, empresário e gay teve que cancelar momentaneamente suas palestras pelo mundo acadêmico porque a esquerda fez um protesto violento, com direito até a incêndio.
- Fernando Holiday, vereador, liberal e gay, é rechaçado e xingado todos os dias nas redes sociais

Só num país como o Brasil que expõe quadros de pedofilia e zoofilia como arte, Pabllo Vittar consegue ser considerado um cantor de verdade.

Esse é o mundo moderno. É o admirável mundo novo.