quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Exposição de "arte" em SP tem cena em que criança passa mão em adulto pelado



Tenho que admitir: uma das características da esquerda é ser persistente. Eles não cansam. Depois de todo o escândalo envolvendo o banco Santander e sua exposição bizarra, agora vem mais uma bomba.

No dia 26 desse mês começou o 35º Panorama da Arte Brasileira no Museu de Arte Moderna de São Paulo. E em uma das partes da exposição, uma criança de cerca de quatro anos é encorajada por uma mulher a passar a mão em um adulto pelado deitado no chão.

Confira:


Gramsci uma vez disse: "nós vamos acabar com o Ocidente destruindo sua cultura. Vamos nos infiltrar e transformar sua música, sua arte e sua literatura contra eles mesmos."

Essa destruição, a esquerda ignorante chama de "revolução", "progresso".

Essa cena é claramente um incentivo à erotização infantil e à pedofilia. Querem mostrar fatos absurdos como se fossem normais. Não podemos aceitar e nos calar diante de uma afronta desse tamanho. É muito claro, o movimento pedófilo usa esse tipo de oportunidade disfarçada de arte para neutralizar o escândalo que é uma criança num lugar qualquer com adultos pelados. A partir do momento em que se incentiva uma criança a passar a mão no corpo nu de um adulto desconhecido, ela passa a achar aquele ato normal. Isso é uma ótima oportunidade para qualquer pedófilo que apareça em seu caminho já que ela não terá discernimento entre o que é certo e errado.





A justificativa do museu foi que a criança estava acompanhada de sua mãe. Ou seja, para eles, desde que estejam acompanhados de seus responsáveis, não há problema nenhum em incentivar a pedofilia. Por essa lógica, a criança pode entrar num motel desde que esteja acompanhada da mãe?



Como entender essa lógica? Quando aconteceu a situação grotesca em que um homem ejaculou no braço de uma mulher dentro do ônibus, a mídia caiu para cima, foi considerado estupro. Mas uma criança exposta a um homem nu, deitado no chão, o qual  ela deve apalpá-lo, é arte? 

O mundo só pode estar doente!