quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Professora simula colocação de camisinha com a boca e usa aluno como modelo



A educação brasileira está entre uma das piores do mundo. Dentro das salas de aula encontramos casos de assassinatos, estupros, agressões aos docentes, baile funk e até churrasco. Nossos alunos estão entre os piores no ranking mundial de educação e mais da metade dos estudantes universitários são analfabetos funcionais. Porém, todos esses fatos não parecem incomodar alguns professores (ou devo dizer doutrinadores?) que estão preocupados em ensinar aos discentes a idolatrar Marx, Paulo Freire, Fidel, o comunismo, e esquecem (de propósito) a parte mais importante que é ensinar o aluno a ler, escrever e calcular.

Como se não bastasse todos esses absurdos, agora uma "professora" resolveu ensinar aos alunos como faz para colocar camisinha no pênis com a boca e usou um aluno como modelo. Nas imagens, um adolescente aparece com um pênis de borracha na mão, e a professora, após se ajoelhar, coloca a camisinha dentro da boca, introduz no objeto e gesticula o ato.


Em defesa da professora uma de suas alunas escreveu no canal do Youtube o seguinte comentário:

"...esse evento ocorreu em uma universidade a qual faço parte, e a professora do vídeo é uma excelente professora e enfermeira, tem uma bagagem rica em estudos! No momento estava participando de uma mostra de saúde onde abordava os métodos contraceptivos e protetores de doenças sexualmente transmissíveis, onde, só tinha adultos. Dessa forma, como adultos entendemos que não há necessidade de tal espanto em ensinar de forma didática a colocar uma camisinha em um PÊNIS DE PLÁSTICO! E qual o problema em ser com a boca?? Chega de tabus! Chega de ignorância! Enquanto vocês polemizam, muitos estão aí fazendo sexo sem proteção e por conta disso, disseminando e contraindo infecções que poderiam ser evitadas se tivessem o conhecimento necessário! E só pra lembrar: a IGNORÂNCIA É A PRINCIPAL CAUSA DE MORTE!"





NADA É POR ACASO

O livro The Naked Communist (O Comunista Nu) escrito em 1958 pelo ex-agente do FBI Cleon Skousen nos mostra as 45 metas para implantar o comunismo no mundo. A de número 17 trata das escolas: "Obter o controle das escolas. Usá-las como canais de transmissão para o socialismo e propaganda comunista atual. Suavizar o currículo. Obter o controle das associações de professores. Colocar a ideologia do partido nos livros didáticos. A meta 24 fala: "Eliminar todas as leis de obscenidade, chamando-as de 'governo de censura' e uma violação ao direito da liberdade de expressão e liberdade de imprensa. E não pára por aí, meta 25: "quebrar padrões culturais da moralidade através da promoção da pornografia e obscenidade em livros, revistas, filmes, rádios e TV.

Percebeu que os doutrinadores são, sim, parte do problema?